Author Archives: antoniolx2

Academia Carristur 2015

IMG_20150105_175523

Caro Parceiro/Cliente,

 

Estamos no início de um novo ano e em nome pessoal e da Carristur gostaria de lhe desejar um excelente 2015!

 

Este é sempre um momento de renovar desejos e esperanças. Na Carristur é o momento de por em prática um conjunto de anseios e concretizar alguns projetos que vêm a ser preparados há algum tempo.

Neste início de ano estamos a ultimar grandes novidades:

  • Reforçámos a equipa de formadores trazendo para dentro da empresa novas competências;
  • Reforçámos a equipa comercial com o objetivo de podermos estar cada vez mais próximos dos nossos Clientes;
  • Estamos a trabalhar na renovação do nosso portefólio formativo, oferecendo novos conteúdos cada vez mais adaptados às necessidades dos nossos Clientes.
  • Desde 1 de janeiro de 2015 as ações de formação ministradas pela Carristur passaram a estar isentas de IVA – esperamos assim poder oferecer aos nossos Clientes e Parceiros preços ainda mais competitivos.

 

Estamos, como sempre, a trabalhar em prol do sucesso dos nossos Parceiros e Clientes e em breve divulgaremos as novidades de 2015.

Advertisements

Elétricos de novo em Sta Apolónia!

Num momento em que algumas autarquias voltam a colocar em cima da mesa o modo elétrico – e em particular quando ligado à oferta turística das cidades – vejam-se as declarações recentes dos responsáveis pelas câmaras do Porto (propondo o alargamento da rede de elétricos ao novo terminal de cruzeiros de Leixões) ou de Braga (que tem em estudo da reintrodução dos elétricos no centro da cidade), também Lisboa pode, e deve, reforçar a sua rede de oferta de percursos em elétricos históricos.

A nossa proposta aponta para o prolongamento da rede de elétricos históricos desde o Campo das Cebolas até Sta Apolónia numa extensão de cerca de 2 quilómetros. Deste modo seria possível colocar junto daquela que será uma das portas privilegiadas de entrada na cidade, um dos exlibris de Lisboa.

Está em fase de lançamento a obra do novo terminal de cruzeiros de Sta Apolónia, pelo que iremos decerto ainda a tempo de compatibilizar esta intervenção com a reativação dos percursos de elétricos que já existiram nesta zona.

Não se dispondo das telas finais relativas à intervenção e reordenamento viário junto ao novo terminal, baseamos a nossa proposta em alguma documentação pública sobre este assunto. No entanto os desenhos em anexo serão suficientes para a apresentação das linhas gerais do projeto o qual poderá ser enquadrado naquela que venha a ser a solução definitiva para este local.

eletricos sta apolonia-c eletricos sta apolonia-a eletricos sta apolonia-b

 

Com a solução proposta é facultado ao turista que chega num navio de cruzeiro uma solução de mobilidade que facilmente o coloca no centro da Cidade (Baixa), no bairro histórico de Alfama (Castelo) ou na zona do Chiado/Bairro Alto. Para esta solução de mobilidade propomos a criação de um trajeto específico ligando este importante triângulo de procura turística que passará a ser acessível de forma direta sem necessidade de transbordos.

Castle Tramcar Tour já transportou cerca de 10.000 Clientes

 

IMG_20140619_114453

O mais recente circuito em elétrico histórico da Carristur – Castle Tramcar Tour – lançado no início de Julho, transportou cerca de 10.000 clientes em três meses. Este resultado confirma as espetativas positivas que estavam depositadas no produto reforçando a confiança no alargamento deste segmento.

O circuito em elétrico histórico, Castle Line, funciona diariamente com uma duração aproximada de 40 minutos, a viagem reúne alguns dos locais mais emblemáticos da cidade desde a Sé de Lisboa, Largo de Santa Luzia, Largo das Portas do Sol, Castelo de São Jorge, Mosteiro de São Vicente de Fora, Largo da Graça. Com passagem por alguns dos mais belos miradouros da cidade, as vistas são deslumbrantes e permitem desfrutar da luz única da cidade e da sua singularidade arquitetónica. A bordo de um elétrico “vintage” dos anos 30, um sistema de áudio-guia dá a conhecer em três idiomas (Português, Francês e Inglês) a história, as curiosidades e os pormenores que fazem de Lisboa uma das cidades mais especiais do mundo. O circuito funcionará entre as 10h00 e as 17h40, com saídas da Praça da Figueirs, operado em sistema hop-on hop-off, sendo possível entrar e sair em qualquer paragem do circuito, durante a validade do bilhete.

Sob a marca Yellow Bus, a Carristur pretende proporcionar uma experiência única àqueles que visitam as cidades onde está presente: Lisboa, Porto, Funchal, Coimbra, Braga e Guimarães, assumindo-se como um promotor turístico destas. Os circuitos são desenhados por forma a apresentar os locais de maior interesse cultural, histórico e arquitetónico, assim como a sua vivência global e a sua envolvente natural, e desta forma poder contribuir para a valorização do destino

Comboio presidencial nos 125 anos da Linha de Cascais e 650 da Vila de Cascais

Viagem do Comboio Presidencial

a-IMG_20140930_130902

“O histórico Comboio Presidencial vai, no próximo dia 30 de setembro, percorrer os 25 quilómetros que unem Cascais ao Cais de Sodré, numa viagem que assinala os 125 anos da Linha de Cascais e também os 650 anos da elevação de Cascais a vila.

A viagem, que assinala estas duas importantes efemérides, convida a reviver o ambiente glamoroso do transporte ferroviário do início do século XX, numa composição de época recentemente recuperada pela Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) para a Fundação do Museu Nacional Ferroviário. O comboio poderá também ser visitado pelo público nas duas estações principais da Linha durante o dia de terça-feira.

A Câmara Municipal de Cascais e a CP-Comboios de Portugal associaram-se para celebrar desta forma a chegada do comboio ao município, a 30 de setembro de 1889, ao tempo apenas no troço entre Pedrouços e o centro da vila de Cascais e operado pela Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses.”

a-IMG_20140930_121835  b-IMG_20140930_120402

Os 125 Anos da Linha de Cascais

“O primeiro troço da linha, entre Pedrouços e Cascais, foi aberto ao serviço em 30 de setembro de 1889, pela Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses, com o nome de “Ramal de Cascais”. A linha chegou até Alcântara-Mar em 6 de dezembro do ano seguinte, tendo nessa altura sido alterado o nome para Linha de Cascais. Ao Cais do Sodré, atual estação inicial/terminal da Linha, o comboio chegou em 4 de setembro de 1895. Foi a primeira ferrovia pesada a ser eletrificada em Portugal, corria o ano de 1926, e a última a ser integrada na CP, em 1976. É uma importantíssima via de comunicação, tendo desempenhado um papel de destaque no desenvolvimento da orla costeira até Cascais.”

(Fonte: Press release da CP)

a-IMG_20140930_124902b-IMG_20140930_130656 a-IMG_20140930_125733 a-IMG_20140930_125920

Beach Shuttle – Costa da Caparica

logo beach shuttle

 

Já viram como está bonita a “nova” Costa da Caparica?

O trabalho de reposição de areia está quase terminado e voltámos a ter em pleno uma das melhores praias da região de Lisboa.

Confira a seguir o estado actual desta nossa praia.

 

costa da caparica

 

Aproveitando este rejuvenescimento da Costa, a Carristur inaugura um Shuttle que oferece a ligação a partir do centro de Lisboa. Trata-se de um circuito regular especialmente dirigido à experiência da praia e do surf.

Este tem sido um ano pleno de novidades na Carristur com a inauguração de novos produtos em Lisboa e no Porto concretizando-se assim a aposta na inovação e no crescimento da empresa, diversificando a oferta de produtos e de segmentos de mercado.

Com este serviço a Carristur proporciona ao surfista e ao turista nacional ou internacional um confortável meio de transporte que o leva até uma das mais belas praias da zona de Lisboa. A isto juntámos um serviço de apoio à iniciação na prática do surf disponibilizando a possibilidade de participar numa aula. Venha surfar com o Beach Shuttle. Mesmo que não tenha prancha ou fato térmico, um dos nossos parceiros terá todo o prazer em lhe alugar o equipamento. Mas pode aproveitar simplesmente o relax de uma ida à praia sem complicações:  “Fast – Easy – Cool”. Conheça as vantagens junto dos nossos parceiros.

Os bilhetes para o Beach Shuttle podem ser adquiridos nos hotéis, agências de viagens ou junto do ponto de partida.

Confira o folheto apresentado a seguir e – de segunda a sexta – venha connosco à praia.

flyer-1-de-2flyer-2-de-2

E se criássemos um Hotel no meio do Tejo?

bugio-08

O Forte e Farol do Bugio – ou de São Lourenço da Cabeça Seca foi edificado em meados do século XV com o objetivo de ajudar à defesa de Lisboa – conta-se que, entre outros, o famoso Corsário Francis Drake passava regularmente por estas paragens. Em articulação com o forte de S. Julião da Barra, as duas estruturas possibilitavam a existência de fogo cruzado de artilharia dissuasora de investidas menos amigáveis. A vida deste forte merecia um livro (“O FORTE E O FAROL DO BUGIO” de Joaquim Boiça e Maria Barros, ISBN: 9789729885426), tantas são as histórias e as estórias associadas aos mais de 350 anos da sua existência. Mas a vida e a localização deste forte merecia talvez mais. Mais do que o abandono a que tem sido votado nas últimas décadas. Mais do que esta sensação de estar tão perto do olhar mas tão difícil de lá chegar.

No final de julho tive o privilégio de integrar o conjunto de visitantes que através da Associação Espaço e Memória e com os meios marítimos da Waterx se puderam deslocar ao Forte e percorrer detalhadamente o seu espaço.

Ver aqui as imagems : https://antoniolx2.wordpress.com/2014/07/29/xi-passeio-ao-bugio/

Em Solent, junto a Portsmouth no sul de Inglaterra (a cerca de 100 km de Londres) em pleno canal da mancha existe um conjunto de fortalezas construídas na segunda metade do século XIX. A sua função original era a defesa de Portsmouth dos navios. Com o evoluir dos tempos esses equipamentos foram perdendo importância estratégica sendo progressivamente abandonados. No final do século passado já tinham sido vendidos, ou estavam em vias disso. A principal entidade interessada nestes fortes era a Clarenco, que detém a marca “Amazin Venues” e a sua visão, transformar as instalações militares em hotéis elevada qualidade onde a privacidade e a exclusividade são as características principais.

É assim que nasce o projeto “Solent Forts” que dos três fortes tem já um em plena operação, o segundo em fase de acabamentos estando prevista para breve a sua reabertura e o terceiro que ainda se encontra no início do processo de restauro e transformação.

Para aguçar a imaginação consulte as galerias seguintes:   Spitbank Fort (em funcionamento)

No Man’s Land Fort (em fase de acabamentos)

Horse Sand Fort (ainda em processo de recuperação)

O forte do Bugio fica a 15 km do centro de Lisboa (e não a 100 como em Inglaterra)! O seu estado de conservação é um pouco melhor que esta última fotografia – embora careça de interveção urgente no interior – e a área disponível é inferior aos exemplos ingleses. Mas…

Lisboa está na moda e o crescente número de pessoas que nos visita anseia por novidade, diferença e, … ser surpreendido!

 

Será que estas imagens inspiram alguém a concretizar no Forte do Bugio um equipamento semelhante?

“Tram Tour – Lisbon Historical Route” transporta 2500 Clientes no primeiro mês!

IMG_20140703_112032

No primeiro mês de operação mais de 2500 Clientes utilizaram o novo serviço da Carristur,  “Tram Tour”. Este nível de procura, que se vem mantendo de forma sustentada, corresponde às expectativas da empresa que foram traçadas aquando do seu desenvolvimento.

O primeiro percurso dos produtos “Tram Tour” a ver a luz do dia desenrola-se entre a Praça da Figueira e a Graça passando por algumas das zona mais reconhecidas de Lisboa como a Sé, o Largo das Portas do Sol, Castelo de São Jorge onde a beleza arquitetónica se funde com as vistas deslumbrantes dos melhores miradouros sobre a cidade e o Tejo.

 

IMG_20140702_122742

Incorporando um sistema áudio em três idiomas os percursos são realizados a bordo de elétricos da série 700 que foram construídos na década de 30 do século passado. São verdadeiras peças de museu que deste modo adquirem uma nova vida ao serviço de Lisboa e de quem nos visita.

tram cruzamento

O início auspicioso desta primeira linha dos elétricos históricos vem dar ainda mais ânimo para aceleramos a implementação das fases seguintes do projeto com o alargamento do percurso atual,  o lançamento de, pelo menos, mais uma linha e o aumento do número de idiomas. Esperamos, dentro de algum tempo, poder tornar o produto “Tram Tour” em mais um dos icons da cidade.

Venha descobrir a nova forma de ver Lisboa!

XI Passeio ao Bugio

Top Gun “à portuguesa”

Muito interessante esta reportagem multimédia do Expresso sobre os F-16 da Base de Monte Real.

 

No entanto parece que gastámos o dinheiro todo nos aviões e os nossos “Top Gun’s” têm que usar luvas rotas?!?!?

 

F16-luva

 

Fonte: http://leitor.expresso.pt/#library/expressodiario/11-07-2014/caderno-1/temas-principais/forca-aerea

 

Lisboa também é Tejo